Blog

Cultura Filmes Educativos

Semana das Telas Amigáveis, de 04 a 09 de abril, reúne lançamento de livro de Igor Amin, exposição virtual, revista e longa-metragem

Semana das Telas Amigáveis, de 04 a 09 de abril, reúne lançamento de livro de Igor Amin, exposição virtual, revista e longa-metragem

A exposição “Estúdio Mundos” e o filme “Em Busca das Telas Amigáveis” foram realizados em parceria com alunos e professores de todo o Brasil, e propõem um olhar criativo para o uso das telas

O educador audiovisual Igor Amin e os/as participantes da comunidade de educação audiovisual “O que queremos para o mundo?” promovem quatro lançamentos especiais durante o evento online “Semana das Telas Amigáveis”. São eles: o livro “Como educar as crianças no mundo das telas?”, nos dias 04 (online) e 09 (presencial); a exposição virtual “Estúdio Mundos”, no dia 05 (online); o pré-lançamento do longa-metragem “Em Busca das Telas Amigáveis”, no dia 06 (online); e a Revista Amiga das Telas, no dia 08 (online). 

No dia 04, o lançamento online do livro Como educar as crianças no mundo das telas?”, publicado pela Aletria, vai acontecer às 20h, com bate-papo com Igor Amin, a ser transmitido no canal do YouTube da editora. E no dia 09, a partir das 15h, haverá um lançamento presencial do livro na Escola Estadual Mestra Virginia Reis, em São Gonçalo do Rio das Pedras, durante sábado letivo, com um show, às 17h, de Ana Lomelino (RJ) e João Bernardo (MG), que assinam a trilha sonora do longa-metragem, que também será exibido na ocasião, às 18h30. Em seguida, haverá uma conversa sobre o filme com Igor e discotecagem com Ana Lomelino no Espaço Magnólia, a partir das 20h. 

A cantora e compositora Ana Lomelino foi vocalista da banda Tono, junto aos músicos Bem Gil, Bruno di Lullo e Rafael Rocha. A partir de 2015, a artista iniciou carreira solo e assumiu a persona Mãeana, nome que batiza dois de seus álbuns: “Mãeana” (2015) e “Mãeana2” (2021).   

O livro “Como educar as crianças no mundo das telas?” é fruto do mestrado de Igor, defendido na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), em 2020, e que relata seus mais de 15 anos de experiências com as crianças, o audiovisual e as novas formas de educação. 

A obra traz reflexões que visam inspirar educadores, pais e produtores de conteúdos que muitas vezes se indagam e procuram formas de conciliar os dispositivos digitais e a formação infantil. Amin dedica-se a projetos que aliam a arte e a educação desde 2006. De lá para cá, ele tem circulado por escolas de todas as regiões do Brasil realizando oficinas, palestras, além de já ter visitado estudantes e professores de outros países como Angola e Índia.

A obra não só sugere alguns caminhos. Para Igor, seu maior diferencial é o estímulo à ação e à busca de novas descobertas: “Meu objetivo foi relatar o ‘como’ eu faço para me arriscar a educar crianças no mundo das telas. Mas o livro é, na verdade, um convite para que mães, pais, educadores, pesquisadores e produtores de conteúdos infantis possam, junto comigo, somar esforços na investigação dos caminhos de como as crianças podem aprender a viver de forma saudável em um mundo mediado pelas telas”, explica o autor.

Além de apresentar algumas de suas experiências, “Como educar as crianças no mundo das telas?” vem com QR Codes que expandem o conteúdo do livro para outros formatos, como vídeos, entre outros links, podcasts, referências teóricas, Diário de Bordo, e informações que também compõem o projeto Escola na Tela.

Já a abertura da exposição virtual “Estúdio Mundos” e o pré-lançamento do longa-metragem “Em Busca das Telas Amigáveis”, vão acontecer, respectivamente, nos dias 05 e 06. Ambos poderão ser acessados nos sites www.estudiomundos.com.br e www.oquequeremosparaomundo.com.br/embuscadastelasamigaveis. Nesses dois trabalhos é possível ter um gostinho de como são as parcerias com os professores, e são mostradas algumas das fantásticas criações dos alunos e alunas, que se apropriam de diversas ferramentas, como os jogos criados pela comunidade de educação audiovisual que Igor faz parte, chamada “O que queremos para o mundo?”. As crianças desenvolvem várias ideias inovadoras e algumas delas, por exemplo, são uma série de máquinas imaginárias que propõem soluções para um mundo bastante impactado pelas intervenções dos adultos.

No filme, há um pouco do cotidiano do educador audiovisual que se mudou de Belo Horizonte para São Gonçalo do Rio das Pedras, no distrito do Serro, onde também se inspira no contato com a natureza. A produção do longa iria começar justamente quando estourou a pandemia no primeiro semestre de 2020, o que trouxe vários desafios durante o percurso. Uma espécie de diário, com reflexões do Igor, se mistura à linguagem documental quando se destaca os depoimentos emocionantes dos professores e as falas descontraídas dos alunos. Trechos de animação em stop motion também compõem a obra.

“Em Busca das Telas Amigáveis” registra, assim, um momento difícil para vários profissionais e estudantes, mas, ao mesmo tempo, demonstra a força da escola como espaço de reinvenção e de múltiplas trocas, sendo capaz de estimular a criatividade como principal eixo para se lidar com as novas tecnologias. Há ali algumas pistas das metodologias traçadas pelo Igor, que, no fim, não tem mistério: “A primeira coisa que nós podemos fazer é ouvir as crianças. A partir disso, nós podemos conceber novas histórias feitas para e com a participação delas”, resume o educador audiovisual. 

O livro “Como educar as crianças no mundo das telas?” é fruto de projeto aprovado no edital BH nas Telas – Fundo Municipal de Cultura de Belo Horizonte em parceria com a editora Aletria. A exposição “Estúdio Mundos” tem patrocínio do Grupo Energisa através da Lei Federal de Incentivo à Cultura e o filme “Em Busca das Telas Amigáveis” também foi viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura com recursos das empresas Grupo Sada, Bayer e Grupo Energisa, além de contar com o patrocínio do Grupo Sada via projeto contemplado na Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.

Saiba mais sobre Igor Amin:

É Educador Audiovisual, Diretor e Empreendedor Criativo. É idealizador da comunidade de educação audiovisual “O que queremos para o mundo?”. Mestre Interdisciplinar em Ciências Humanas na linha de Educação, Cultura e Sociedade pela UFVJM – Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (2020) e Especialista em Biopsicologia pelo Instituto Visão Futuro (2010). Integrante do Grupo de Estudos em Literatura, Arte e Cultura (UFVJM/CNPq). Graduado em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda – pela PUC Minas – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2007). 

Mais informações aqui: www.oquequeremosparaomundo.com.br

Serviço: Semana das Telas Amigáveis, de 04 a 09/4

Dia 04: 20h, Lançamento do livro “Como educar as crianças no mundo das telas?”, instagram https://www.instagram.com/igoramin e canal do YouTube da Aletria

Dia 05: 20h, Lançamento da exposição virtual “Estúdio Mundos” no site www.estudiomundos.com.br  e transmissão ao vivo no perfil de Igor Amin https://www.instagram.com/igoramin 

Dia 06: 20h, Pré-lançamento do longa-metragem “Em Busca das Telas Amigáveis” no site https://www.oquequeremosparaomundo.com.br/embuscadastelasamigaveis 

e transmissão ao vivo no perfil de Igor Amin https://www.instagram.com/igoramin 

Dia 08: 20h, Lançamento da Revista Amiga das Telas – Edição de artigos 2021/2022 com

transmissão ao vivo no perfil de Igor Amin https://www.instagram.com/igoramin 


Dia 09: 15h, Lançamento presencial do livro “Como educar as crianças no mundo das telas?” com sessão de autógrafos, no Espaço Magnólia, ao lada da Escola Estadual Mestra Virginia Reis, em São Gonçalo do Rio das Pedras; às 17h, show de Ana Lomelino (RJ) e João Bernardo (MG), que assinam a trilha sonora do longa-metragem; às 18h30, exibição do longa-metragem, seguido de bate-papo sobre o filme e discotecagem com Ana Lomelino no Espaço Magnólia, às 20h.

Deixe seu pensamento aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *